Father and Daughter

Loading...

sexta-feira, 12 de março de 2010

Mari e sua última frase do msn: é importantíssimo fazer o que o deixa feliz - e da melhor maneira possível- não importa que seja fazer bolas de neve

Hoje escrevo com dor e saudade...
Como é difícil pensar que toda esta alegria foi embora,
como serão nossas noites de trabalho sem tua alegria? Sem teu sorriso aberto?
Lutaste bravamente contra tua doença, nunca deixando o desânimo te abater, nunca transparecendo a dor de estar margeando a morte.
Lembro de Clarice, que foi embora desta vida com a mesma doença:
"Anjo não nasce nem morre. Anjo é um estado de espírito."
Mari,fostes um anjo que passou por nós!

9 comentários:

tonhOliveira disse...



MARitnes ← os que ficaram...

Escrevivendo a morte!

Força amiga!

:)

Augusto Bier disse...

Nete, pedacinhos teus que ela carrega vão ser brincados noutro lugar. E tu brincas aqui com os dela (as fotos, por exemplo).

Edith Janete disse...

Sim Tonho, sentimos...
Obrigada pela força.
Mari ficará viva em cada coração que conquistou!!
Abraço,

Edith Janete disse...

Nossa Bier, ela deixou tanta coisa pra gente... Nós todos vamos lembrar dela, e tem muitas fotos, histórias e brincadeiras legais com ela!!
Brincalhona demais! Sorridente demais!
beijo querido

Déia disse...

Amiga, compartilho contigo esta dor, esta dor egoista, de não querer perder alguém tão especial. Alguém que nos ensinou tanto até com seu silêncio. Sentiremos falta de sua presença que deixava o ambiente mais leve, com sua alegria e seu ar sereno. Com certeza as noites não serão iguais ,mas nós estaremos lá. Nem pensar em me deixar sozinha nesta... bjos.

Edith Janete disse...

Bom te ver aqui!
A Mari conseguia tornar até Cacilda mais leve!!! Isso era surreal!!!
Vamos ver como será sem ela...Acredito que o grupo ficou tão unido com a morte, que penso que vamos viver com respeito os momentos por vezes tão fortes que nos cercam.
Abraço,

Geraldina disse...

Mari! Difícil pensar que tu nos deixaste para sempre amiga, mas guardo comigo lembrança de ti sempre linda sorridente, feliz. Amiga com certeza és uma pessoa especial para partir tão rápido assim.
Com muito carinho tua colega e amiga
Geraldina

Alisson Affonso disse...

Eu enquanto homem vil, enquanto ser humano egoísta, tenho muitos problemas ao lidar com as perdas. Acho esta homenagem necessária...ela parece legitimar ainda mais a existência de um corpo...de uma alma...

Edith Janete disse...

Sabe Alisson, quando criei este blog nunca imaginei que um dia iria guardar amigos aqui também...
Mas me sinto bem ao poder homenagear os queria bem e que se foram.
Bom te ver aqui!