Father and Daughter

Loading...

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010



Passa a passos lentos
     uma menina
14 anos
Câncer de ovário
    Traz a sombra da morte
em seu vivo olhar



(Dói quando vejo a morte chegando de forma tão
 horrenda e em corpos tão dóceis)

7 comentários:

Cassio disse...

Esse acontecimento invisível. Nos dói a todos. Mesmo dóceis corpos provam de sua passagem. Mas também levam para viagens que não voltam mais. Seguem rumos numa embarcação tão doce quanto o corpo por ela assomado.
Nós, sempre: vidas possíveis...

Bjs, amada.
C.

Edith Janete disse...

Muito possíveis! Pelo menos por enquanto!
beijinho

Marcos Satoru Kawanami disse...

meu vô morreu de câncer. o tio do meu pai morreu de câncer. a irmã do meu pai teve câncer de mama. meu pai teve câncer de próstata. minha mãe teve câncer de pele.

eu vou ter câncer.

câncer já é um bagulho escroto, nos ovários então...

Edith Janete disse...

Puxa Marcos,a sua predisposição genética é pesada...
Existem tantos tipos de câncer, o de ovário me dói mais pelo pesado prognóstico, que prefiro nem colocar aqui...
Mas mantenha sua imunidade em alta e torça para seu câncer, se é que ele irá aparecer, ser curável!
Obrigada pela visita!

tonhOliveira disse...



OamorTEtraz
aMORTEtira!

Realidade TRIZte!

Alisson Affonso disse...

14 ANOS...ÁS VEZES ESQUEÇO QUE A DOENÇA TOCA TODAS AS IDADES...

Edith Janete disse...

Sabe Alisson,o tempo convivendo com a morte me torna mais forte em relação a dor, mas nesses casos, não tem jeito, sempre dá uma sensação de extrema injustiça. Dói.