Father and Daughter

Loading...

terça-feira, 22 de janeiro de 2008




Quando a morte se aproxima de pessoas conhecidas fico pensando no que eu faria se soubesse que a morte estivesse próxima:

Juntaria meus amores, meus amigos, família...

Reservaria filmes do Ingmar Bergman (para deixar uma mensagem a quem fica)...

Mais algumas comédias ...

Pediria para cada um falar um pouco sobre o que de melhor aprenderam ou pensaram a meu respeito ...

Me certificaria de estar acompanhada de bons e fortes remédios para a dor...

Escolheria uma ou duas pessoas mais chegadas para ficarem se revesando ao meu lado até eu dar meu último suspiro!


Escrevo essas palavras por que o que vejo na experiência diária não é isso...É muito difícil assumir que a morte se aproxima, parece que sempre existem mais algumas medicações que ainda não foram "tentadas"...etc..etc..


Gostaria de estar sempre trilhando o real nestas horas, por mais duro que seja.

2 comentários:

Régis Antônio Coimbra disse...

Meio perigoso deixar a coisa chegar nesse ponto...

Anônimo disse...

Eu as vezes tb fico pensando 'se a morte chegar, o q eu vou fazer? como gostaria que as coisas se sucedessem...?'

Não é loucura pensar nisso... acho até que a gente TEM que pensar, afinal, ninguém é imortal. E a vida é algo muito frágil...

abraços
Evelyn